Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/05/18 às 14h55 - Atualizado em 26/08/19 às 11h45

Acesso aos documentos audiovisuais e diagnóstico dos Arquivos do Distrito Federal

Nota de esclarecimento

 

O Arquivo Público do Distrito Federal – ArPDF vem a público esclarecer as alterações adotadas a partir de janeiro de 2018 no que se refere ao acesso aos documentos audiovisuais custodiados pela instituição. Tais medidas foram adotadas em decorrência da pane elétrica que afetou a área onde o acervo era armazenado.

 

O quadro abaixo indica as quantidades de documentos que compõem o acervo audiovisual do ArPDF:

 

 

O acesso aos itens documentais mencionados no quadro era público antes de janeiro de 2018 e continua a sê-lo. As condições em que se realiza esse acesso é que sofreram, no caso de alguns conjuntos de documentos, pequenas alterações, a saber:

 

– no caso dos cartazes, as condições de acesso não se alteraram;

– no caso das ampliações fotográficas, passou-se a demandar do usuário um pouco mais de tempo para o atendimento das solicitações;

– no caso dos eslaides, a parcela mais relevante encontra-se digitalizada e, portanto, não teve suas condições de acesso alteradas;

– no caso dos negativos fotográficos, parte deles encontra-se digitalizada e, como no caso dos eslaides, não sofreu alteração nas condições de acesso; para uma outra parcela dos itens documentais passou-se a demandar do usuário um pouco mais de tempo para o atendimento das solicitações;

– no caso dos documentos fotográficos nato digitais, em razão da sua própria natureza, as condições de acesso não se alteraram;

– no caso dos documentos filmográficos, a parcela mais significativa que reúne as imagens que retratam o período da construção de Brasília está digitalizada e as condições de acesso não se alteraram; a maior parcela dos documentos filmográficos, constituída de documentos em suporte magnético (U-MATIC, Betacam etc), antes mesmo de janeiro de 2018, já apresentavam limitações de acesso em razão da inexistência no ArPDF de equipamentos necessários à sua decodificação (e nesse sentido, suas condições de acesso não se alteraram);

– no caso dos sonoros, a parcela mais relevante dos itens documentais já se encontra digitalizada e as condições de acesso não se alteraram.

 

A realização de diagnóstico dos Arquivos do Distrito Federal é uma inciativa do ArPDF, órgão central do Sistemas de Arquivos do Distrito Federal – SIARDF, que tem a finalidade de obter informações precisas de como são executadas as atividades de gestão documental, assim como mensurar a quantidade de documentos armazenados nos órgãos da Administração Direta e Indireta do DF. O único estudo com essas características foi realizado em 1990 e não oferecia informações fidedignas em relação à realidade atual da gestão de documentos do Distrito Federal. Em 2016 o Arquivo Público submeteu seu projeto de pesquisa à seleção pública regida pelo edital 08/2016 da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal – FAP/DF, tendo sido selecionado entre as propostas de pesquisas histórico-documentais sobre a memória, a identidade cultural e o patrimônio material e imaterial de Brasília.

 

Durante o ano de 2017, pesquisadores bolsistas, sem vínculo com a Administração Pública, realizaram o trabalho de coleta de dados em todos os órgãos da Administração Direta e Indireta do DF. O projeto encontra-se em fase de apuração dos dados coletados. O produto deste trabalho permitirá ao Governo obter informações precisas que possibilitarão reorientar as políticas públicas na área de gestão de documentos e de memória documental do Distrito Federal.

 

 

 

Brasília, 19 de março de 2018.

Arquivo Público do Distrito Federal

Arquivo Público do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

ArPDF

Setor de Garagens Oficiais SGO
Qd. 05 Lote 23 - CEP: 70.610-650 Brasília/DF - Tel.: (61) 3361-7739 arquivopublico@arquivopublico.df.gov.br